Entenda como ter um projeto de iluminação

Guilherme Neves - 04/02/2020

Dicas para ganhar dinheiro com sorvete expresso

Guilherme Neves - 04/02/2020

Como ganhar dinheiro com máquina de costura?

Guilherme Neves - 04/02/2020
projeto de iluminação
ganhar dinheiro sorvete expresso
shutterstock_775928362

Quer desenvolver um novo negócio? Busca empreender em um ramo que possa ser atrativo e, ao mesmo tempo, lucrativo? Que tal aprender como ganhar dinheiro com máquina de costura e produzir tecidos e roupas para sua clientela?

Além de ter lucros, você pode unir o útil ao agradável. É um tipo de trabalho que é ideal para realizar em casa. Mas saiba que para saber manusear uma máquina de costura é necessário ter criatividade, atenção e técnica.

Passar horas produzindo à frente de uma máquina de costura não é uma tarefa para qualquer um, é um trabalho que requer muito profissionalismo. Exige disciplina e organização.

Aliás, organização, sem dúvida, é uma forma de permitir que costureiras sejam mais produtivas no dia a dia. Afinal, que tal fazer ajustes nas suas próprias roupas ou  reaproveitar tecidos, como, por exemplo, ao criar uma necessaire em tecido?

Renovar tecidos é uma das vantagens mais importantes da máquina de costura. Pode-se fazer ajustes e consertos como em diferentes tipos de barras, colocação de zíperes e outros tipos de acabamentos.

Vale também investir na formação como empreendedora e também em cursos de costura, para que se crie uma identidade própria do trabalho.

É fundamental planejar um negócio que possa atender as necessidades dos clientes, aprender a precificar e, sobretudo, saber como vender suas peças por meio de estratégias de venda. O sucesso do seu negócio depende disso!

E qual é o segredo para conquistar clientes? Criar peças cada vez mais diferentes para atender diferentes tipos de público pode ser um diferencial. Assim como, se especializar em um tipo de costura e ser original, para que você seja uma empresa ou uma marca, de  reconhecimento no mercado.

História e tradição da costura

Até o surgimento da primeira máquina de costura Elgin ou de qualquer outro modelo, a prática de unir tecidos era feita de forma manual. Isso resultava em uma produção lenta por parte das costureiras que trabalhavam em fábricas que precisavam de uma produção em larga escala.

Eram muitos dias ou meses para finalizar um trabalho minucioso. Mais tarde, foram surgindo alternativas para que houvesse maior velocidade na criação de peças como vestidos, calças e camisas.

Com o início da Revolução Industrial, um conjunto de mudanças que aconteceu na Europa nos séculos XVIII e XIX realçou a substituição do trabalho artesanal pelo assalariado com o uso de máquinas. A demanda por um processo mais rápido no comércio de roupas e tecidos começou a ser uma das requisições da época.

Ao longo da história da máquina de costura muitos outros projetos surgiram, mas foi apenas em 1830 que o alfaiate francês Barthelemy Thimonnier patenteou uma máquina que funcionasse, o que gerou revolta por parte de costureiras e alfaiates da época. E como a atitude de Barthelemy causou desordem, não é mesmo? Até houve uma espécie de rebelião ao ponto de quebrarem a máquina.

Apenas quatro anos mais tarde, o americano Walter Hunt criou uma máquina de costura. Mas não fez patente devido ao medo da repercussão negativa junto aos profissionais da costura. Hunt desistiu de aprimorar o invento que apenas costurava em linha reta, sem curvas, zigue-zagues, voltas ou rendas. Ainda surgiram novos equipamentos, como o do americano Elias Howe, que criou e patenteou um sistema de costura de pesponto duplo.

A criação da máquina de costura era baseada em quatro pontos principais: agulha com “olho” na ponta, calcador pelo qual passava a agulha, sistema de bloqueio e direcionamento do tecido e alimentação do sistema. O sistema das primeiras máquinas de costura Elgin também possuía algumas limitações e era muito simples utilizá-lo.

Com o passar do tempo foram aparecendo cada vez mais modelos com novas funcionalidades. Muito práticas e robustas, as máquinas de costura da Elgin começaram a tomar conta do trabalho das costureiras. A marca pouco a pouco foi se tornando uma das referências no setor.

A marca Elgin nasceu em 1952 e começou a atuar no segmento de costura no ano de 1953, com a fabricação das primeiras máquinas de costura Elgin no Brasil. Em 1956 foram produzidos os primeiros móveis e gabinetes, dessa forma os consumidores passaram a ter mais opções para as suas máquinas de costura.

Ao longo dos anos, novos modelos de máquinas de costura Elgin foram criados, os mais antigos aprimorados, mas sempre com a preocupação em manter a qualidade e credibilidade da marca.

O sucesso no segmento de máquinas de costura, diversificou a atuação da Elgin no mercado brasileiro ao ponto de disponibilizar uma enorme variedade de produtos para uso comercial e residencial.

Máquina de costura da Elgin.

Máquina de tradição da Elgin

Competitividade na costura

Outrora, costurar era algo próprio das donas de casa. Uma prática muito particular entre as costureiras.

A competitividade no mercado de costura vem ganhando força em função do crescimento de cursos de corte, costura e modelagem. Escolas preparatórias de São Paulo e Porto Alegre tiveram um crescimento de mais de 50% em 2017.

A realização de um curso desse tipo é tanto uma demanda para atender um hobby, quanto uma nova forma de empreender no mercado da moda.

Quanto dinheiro é possível ganhar com costura?

Depende do local onde será comercializado e da região que será alvo da oferta para saber quanto dinheiro você pode ganhar com máquina de costura.

Por exemplo, caso você seja uma costureira, de um ateliê aconchegante e elegante, com uma clientela na sua região de poder aquisitivo relevante, o valor cobrado precisa ser  condizente com as condições apresentadas. Que seria um valor considerado alto.

Por outro lado, se seus clientes são mais simples, com renda mais baixa e o seu ateliê também não possui tanta infraestrutura ou caso você atenda dentro de sua casa, o valor cobrado não pode ser alto. Precisa se adequar aos padrões impostos pelo cenário apresentado. É uma boa maneira de iniciar a precificação.

Tabele seus serviços

Para ganhar dinheiro com máquina de costura é importante tabelar suas peças de acordo com o tamanho. Os custos certamente serão diferentes. É preciso analisar o nível de detalhamento, qual tipo de material trabalhado, qual acabamento realizado e a demanda de tempo para a realização da peça.

Saiba quanto cobrar por cada conserto ou ajuste antecipadamente para não se perder em negociações. Por isso, é fundamental planejar seu negócio para evitar qualquer tipo de problema na venda.

Internet

Primeiramente para vender qualquer produto na internet, você deve analisar a seguinte questão: ter uma loja virtual ou  vender seus produtos em marketplaces.

São dois canais que podem ser conferidos no e-commerce. Enquanto a loja virtual possibilita que você consiga se destacar sem a presença de outros concorrentes. Os shoppings virtuais (marketplace) podem oferecer melhor condição de visualização das suas peças, mesmo contando com a concorrência.

A maior variedade de produtos e diferentes marcas estão presentes nesse nicho de mercado. Por outro lado, você pode desenvolver um negócio ousado, criativo,  lucrativo e mais fidedigno via loja virtual.

Sabe-se que o marketplace tem um potencial de crescimento considerável. E isso significa que você cada vez mais tem oportunidades para ofertar suas confecções.

máquina de costura que renova tecidos

Overlock, a máquina ideal para finalizar uma confecção

Defina o seu público

A confecção será para um público masculino, feminino, social ou infantil? É necessário saber qual tipo de público você vai atender.

Para cada tipo de público, deve ser feito um planejamento. Analise seus interesses e afinidades para atrair e cativar um determinado público. Por exemplo, caso você tenha no seu convívio social mais mamães, investir em costuras para moda infantil pode ser uma nicho de mercado atrativo e lucrativo.

Divulgue seu trabalho

Para ganhar dinheiro com máquina de costura, que tal fazer um dia de bazar em sua casa e convidar seus amigos e amigas para fazerem uma análise sobre o trabalho realizado?

Não se esqueça também de visitar comércios e empresas no horário do almoço com um material diversificado para que seus consumidores possam ter um contato mais próximo. Dessa forma, os produtos poderão ser melhores explicados por você e, ao mesmo tempo, o comprador criará uma maior confiança do seu trabalho.

Procure por mercados onde poderá ocorrer uma procura por esse tipo de produto. Salões de beleza, academias e clínicas de estética podem ser visitadas regularmente, para que você mostre todos os modelos criados de forma simples e rápida.

Leia também:

Dicas de como cuidar da sua máquina Overlock

Máquina de costura portátil: como escolher o modelo ideal

Máquina de costura Elgin: qualidade passada de geração em geração

Crie um cartão de fidelidade

Primeiramente, deve-se entender que este processo envolve muito mais que entregar cartões para clientes e definir prêmios que podem ser resgatados em troca de pontos adquiridos ao se comprar produtos ou serviços.

A cada ponto adquirido por meio de compras de produtos ou serviços de sua empresa, seu cliente tem direito a trocar por prêmios. Mas é preciso estruturar seu programa de fidelidade ao ponto de conseguir realmente fidelizar seus clientes.

O ponto mais importante de um programa de fidelidade é conhecer o perfil do cliente e outros questões como hábito de compra, preferência, idade e renda. Com essas informações será possível criar personas e estratégias de vendas para implementar promoções e desenvolver novos produtos.

Materiais necessários

Para ganhar dinheiro com máquina de costura é necessário contar com seguintes materiais: tecidos com as cores ou estampas de sua preferência, linha para costura com a cor combinando com os materiais escolhidos, tesoura, fita métrica, alfinetes para costura, agulha de mão, ferro para passar roupas, giz ou lápis para costura, zíper com a cor combinando com os tecidos escolhidos.

itens para costura

Materiais para costura

Máquinas de costura e suas diferenças

A máquina de costura pode ser industrial ou doméstica. A primeira é para uma produção em massa e a segunda é indicada para um trabalho mais artesanal. Para quem possui uma empresa de confecção, é recomendável usar a máquina industrial. Já se a sua necessidade é ter apenas uma máquina que trabalhe em pequenas produções, a opção a ser escolhida é a máquina de costura doméstica.

Mas qual é a grande diferença entre as máquinas? A velocidade. Enquanto a doméstica faz em média 1.000 a 1500 PPM (Pontos por minuto), a industrial faz 5.000 a 9.000 PPM.  Sabe-se que uma costureira que atua em uma grande empresa necessita realizar seu trabalho de forma rápida. Diferente de um trabalho feito por uma costureira doméstica, que pode ser mais trabalhado e levar mais tempo.

A máquina industrial possui uma resistência muito maior do que a doméstica. Ela pode trabalhar por muito tempo e tem uma longa durabilidade. Importante lembrar que a máquina doméstica pode apresentar problemas caso seja utilizada em excesso.

Outra diferença se refere à sua praticidade. O modelo industrial é apenas para ser colocado em bancadas. Seu tamanho não permite que seja colocado em cima de uma mesa.

Queridinha das costureiras de todo o Brasil há muitas décadas, a máquina de costura Elgin é ideal para renovar coleções de roupas e remendar tecidos de forma precisa. Costurar pode até parecer simples, mas é uma arte saber manejar uma máquina como essa. É uma prática de relaxamento, ainda mais utilizando uma máquina de costura Elgin.

A Elgin conta com diversas máquinas que podem ser adequadas para você. Desde modelos para trabalhos mais simples, com tecidos mais leves, até soluções que requerem maiores precisões.

São máquinas que atendem a necessidade de um iniciante ou de um profissional. Ou seja, modelos para uso doméstico que possuem mais funcionalidades e outros tipos que são destinados para um primeiro contato.

Premium JX-10000

Faz 100 pontos, entre utilitários e decorativos, que podem ser selecionados em seu painel LCD para os mais diversos tipos de costura e aplicações. Conta com uma opção de mesa extensora (vendida separadamente) que possibilita a costura de peças maiores e tubulares.

Máquina de costura para profissional.

Genius Plus JX-4035

Possui enchedor de bobina automático e conjunto de acessórios que facilitam o seu manejo. Além disso, faz 31 pontos, entre utilitários, flexíveis e decorativos, oferece três pontinhos para lingerie, três posições de agulha e interruptor com luz LED na costura.

Máquina de costura da Elgin para profissional.

Confiance JX – 6000

Faz 31 pontos, conta com três pontinhos para lingerie, costura com agulha dupla, tem  cinco pontos decorativos, possui controle de velocidade eletrônico e dois porta carretéis (horizontal e vertical), além de cortador de fio, retrocesso para arremate e braço removível com porta-acessórios.

Máquina de costura para profissional.

Trendy JX-3013

Faz 12 pontos diferentes, possui alavanca de retrocesso, tem caseador automático, luz na costura e porta-acessórios. Oferece duas posições de agulha, regulagem de comprimento do ponto, controle de velocidade eletrônico e costura flexível.

Máquina de costura da Elgin.

Decora Mais JX 2011

Possui pedal com controle eletrônico de velocidade, enchedor de bobina automático e braço livre. Faz 11 diferentes pontos, entre decorativos e utilitários, oferece duas posições de agulha, tem cortador de linha e alavanca para o retrocesso para arremate dos pontos.

Máquina de costura da Elgin.

Futura JX-2040

Perfeita para uso doméstico, faz 10 pontos diferentes, costura zig zag em 3 larguras e possui um caseador automático. Tem ainda cortador de fio, controle de velocidade eletrônico e base removível com porta-acessórios. É ideal para unir tecidos e malhas.

Máquina de costura para iniciante.

Prátika JX-2051

Oferece retrocesso para reforçar o início e o final da costura, cortador de linha na tampa frontal, braço livre e faz 9 tipos diferentes de pontos. Conta com três pontinhos para lingerie caseado em quatro passos e base removível para porta-acessórios.

Máquina de costura para iniciante.

Bella BL-1200

Indicada para pequenos e leves reparos em tecidos não elásticos, o modelo faz seis diferentes tipos de pontos úteis, conta com luz na costura, conjunto de acessórios e pedal com controle de velocidade.

Máquina de costura para iniciante.

Também conheça os modelos de máquinas industriais e saiba mais sobre suas funções e características:

Galoneira GA1089/DD0

O modelo possui motor Direct Drive Bivolt, lubrificação automática, parada de agulha alta ou baixa, luz de LED na costura e faz 5.000 pontos por minuto. Tem ótimo desempenho em tecidos médios e leves.

GA1089_DD0_frente

 Interlock 5 FIOS IL1067/DD0

O modelo possui motor Direct Drive Bivolt, lubrificação automática, parada de agulha alta ou baixa, luz de LED na costura, bitola média e faz 5.000 pontos por minuto. Ideal para trabalhar com tecidos pesados como jeans e sarja.

IL1067_DD0_frente

Reta Direct Drive RT1045

É o modelo básico de um ateliê de costura. O Motor Direct Drive garante um ótimo desempenho na hora de costurar, sendo mais silencioso, econômico e com o melhor custo-benefício.

RT1045_DD2_CMYK

Reta Eletrônica RTE1023

O modelo possui lançadeira japonesa, lançadeira pequena, corte automático de linha, parada de agulha alta ou baixa, costura automática programável, Motor Direct Drive com 550W, lubrificação automática e faz 5.000 pontos por minuto. Também ideal para ateliê de costura. 

RET1023-2_perspectiva

Overlock 3 FIOS OV1067/DD0

Ideal para confecção de peças de malharia, o modelo conta, o modelo tem Motor Direct Drive Bivolt, lubrificação automática, parada de agulha alta ou baixa, luz de LED na costura e faz 5.000 pontos por minuto.

OV1067_DD0_CMYK

Overlock 4 FIOS PC1067/DD0

O produto conta com Motor Direct Drive Bivolt, lubrificação automática, parada de agulha alta ou baixa, luz de LED na costura e faz 5.000 pontos por minuto. Ideal para acabamento em roupas esportivas e tecidos como moletom. 

PC1067_DD0_CMYK

Conclusão: Você já aprendeu como ganhar dinheiro com máquina de costura?

As oportunidades para ganhar dinheiro com máquina de costura são excelentes. Mas é preciso saber como funciona o mercado para fazer com que suas peças tenham uma visibilidade maior ao ponto de gerar lucratividade.

Confeccionar uma grande variedade de cores e modelos é uma forma de agradar a todos seus clientes. Afinal, os gostos são diferentes e nem sempre será possível atender o seu público de modo assertivo.

Genius Plus pode ser ideal para você ganhar dinheiro com costura. Veja o vídeo abaixo e conheça o potencial dessa máquina:

Pode-se optar por fazer uma peça mais fácil de ser confeccionada ou um modelo que seus consumidores desejarão. O que deve prevalecer é a variedade de modelos criados para que aumente suas vendas e a visualização de um portfólio mais criativo e com mais opções de escolha.

Comunique-se. Ações estratégicas de divulgação podem ser feitas em seu bairro por meio de folders ou cartões distribuídos nas casas e apartamentos e, é claro, em suas redes sociais.

Também considere que o mercado da moda está sempre se reinventando e a volta dos ateliês de costura faz parte desse processo. É um fato que impulsiona a buscar ainda mais incessante pelas máquinas de costuras.

Gostou? Confira outros conteúdos no blog!